Entenda a Mensagem do filme O Poço

Chegar ao fundo do poço, metáfora amplamente utilizada para descrever uma situação de miséria, desesperança, no qual indivíduos em meios a problemas de distintas ordens (intencionalmente ou não), traçam um caminho rumo a ele. No filme O poço a metáfora foi levada ao pé da letra, mas será que é preciso mesmo descer até o final para chegar ao fundo dele?
Entenda a Mensagem do filme O Poço.

O fundo não é O Poço

Repleto de críticas sociais, O Poço chega a Netflix trazendo um desalento, quase como um mensageiro do apocalipse social no qual estamos vivendo. Nietzsche nunca esteve tão certo quanto a transitoriedade do poder, em contrapartida a maior parte dos seres humanos parecem permanecer distantes de entender este conceito. Da mesma forma agem os prisioneiros do Poço, inconsequentes, replicam hábitos condenáveis. Quando em desvantagem são oprimidos, mas ao atingir uma posição superior praticam opressão igual ou até pior àquela que fora infligido, não conseguem ouvir a voz da razão e interromper o círculo podre e vicioso nos quais estão inseridos.

Afinal, quem é quem no Poço?

Meio a diversos personagens secundários seis se destacam, possivelmente inspirados em personagens bíblicos. O diabo que atrapalha os planos de Deus para o homem seria o aparentemente inofensivo senhor, primeiro companheiro de sela de Goreng, que por sua vez tem características do Messias, aquele que foi ao Poço para guia-los até a salvação.
Nesta jornada Ele conta com a ajuda de três apóstolos ( Imoguiri, Miharu e Baharat) até finalmente chegar ao sugestivo nível 333, onde encontra a verdadeira Mensagem (humanidade) e a liberta.

Ao chegar no fundo do poço, Goreng é recepcionado pelo próprio diabo (não se esqueçam que o Messias daqui precisou se corromper para atingir seu objetivo), mais uma vez parafraseando Nietzsche, ele acabou olhando muito para o abismo e o abismo retribuiu.

Pandemia

Esta obra não poderia ter sido lançada num momento mais oportuno, parece enredo hollywoodiano, mas foi um espanhol que retratou na sétima arte o atual cenário mundial: estamos vivendo num imenso poço. É difícil e ao mesmo tempo triste relacionar a corrida insana aos supermercados para estocar comida às cenas onde os prisioneiros de cima comem como animais, deixando apenas restos para os andares inferiores. O poço demonstra de forma explícita que infelizmente é nos momentos de crises e tensão que a falta de empatia e respeito ao próximo ficam mais evidentes. Mas será que essa é a única mensagem do filme?

O Poço extrai o que há de pior na sociedade, o resultado é o puro suco da miséria humana

A mensagem – entendendo o final

O poço é o tipo de filme que não precisa de uma explicação final, seu papel não é dar respostas aos telespectadores e sim provocar diversos questionamentos, reflexões. Para aqueles que tiveram dificuldades em entender o que a história quis passar e estão buscando por explicações, percebam que a Mensagem é o fruto da resistência, a criança é a esperança no fundo do poço. Ela justifica a doação por uma causa maior, porque ela em si já é a causa. Por sua vez o fundo (do poço) é o próprio vazio do ser humano, vazio este que muitos buscam preencher com bens materiais, vícios, frivolidades. A escolha do item que você pode levar para O poço já diz muito sobre o tipo de pessoa que é, e o tamanho do vazio que busca preencher.

Click para avaliar esse post
[Total: 1 Média: 5]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *